margaridas

margaridas

SER VERTICAL

Ser antes de tudo

o que se quer.

Não parecer o que se não é.

Ser afinal cada qual

quem é.

Ser sempre o que se deve ser.

Vertical.

Inteiro.

De pé.

Maria Emília Costa Moreira

Seguidores

quarta-feira, 10 de julho de 2013

UMA ROSA PARA A MINHA MÃE




Se a minha mãe fosse viva faria hoje 98 anos!
A minha singela homenagem  para uma lutadora, para uma mulher simples, mas com uma visão do mundo e da vida  que ainda hoje me surpreendo quando recordo as suas palavras e os seus ensinamentos.

SAUDADE

A dor que minh’alma sente
Eu não sei explicar.
Não há palavras que cheguem
Para eu poder contar.

É uma tristeza tão grande
Uma mágoa sem ter fim,
Que me toma a garganta
Que toma conta de mim.

Tenho agora as mãos vazias,
Trago os olhos aguados,
E no peito uma dor.
Ando por aí sem vontade
Sempre a pensar em si.
É imensa esta saudade.

 Maria Emília Moreira- (repetido)
"in"    À Rédea Solta  Edium Editores

32 comentários:

  1. Querida amiga Mª Emília
    Li com amor de filha o que é sentir falta de mãe.
    Não há nada que preencha esta lacuna de amor incondicional. Mas minha amiga,resta-nos não só a saudade mas, para os que têm o dom da fé, esperar o reencontro. Um dia!
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Manuela, nada preenche este vazio...
      E há momentos na nossa vida em que precisamos tanto do seu regaço...
      e não temos ninguém...
      Um abraço amigo.
      M. Emília

      Eliminar
  2. Querida Maria Emilia, me ha emocionado leer tu poema, las madres los son todo para los hijos, siempre las tenemos presentes. Mi madre está enferma de cancer y parece que los últimos resultados médicos no han sido muy buenos. Es una gran luchadora y es una mujer muy muy alegre, ruego a Dios la cuide por muchos años.
    Un cariñoso abrazo, Sonia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sonia, minha amiga!
      Faço votos de que a tua mãe consiga ultrapassar esta doença tão nefasta. A minha mãe sucumbiu com cancro no pâncreas.Eu tenho a sorte de resistir há 23 anos ao cancro da mama.Estarei convosco nestes momentos, pois sei avaliar todo o sofrimento por que passais.Espero ansiosamente boas notícias. Um beijo carinhoso para ti e para a tua mãe e que não desiste de lutar.
      Maria Emília

      Eliminar
  3. This was really gorgeous picture!

    ResponderEliminar
  4. Querida Maria Emilia,
    Mãe é algo tão sagrado que faz falta a vida toda!
    Também, lembro da minha todos os dias!
    Fica mesmo esse vazio, tal qual descreves na poesia.
    Mãe saudade! Mãe poesia!
    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com efeito a mãe faz falta a vida toda! Penso nas pessoas que a perderam ainda muito jovens...
      A minha mãe perdeu a minha avô quando tinha apenas 13 anos.E falava dela com tanto carinho e sofrimento!
      Um abraço amigo, Jossara.

      Eliminar
  5. Bel hommage à ta maman, très touchant.

    ResponderEliminar

  6. Querida Emília

    Venho aqui associar-me a si nesta homenagem à sua Mãe.A minha se fosse viva teria feito anos no passado dia 8. E, tem razão, a dor e a saudade estão sempre presentes.

    Muito obrigada pela sua visita.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
  7. mãe faz tanta falta, sim!
    bonita, a tua homenagem
    98 anos! uma idade linda!

    beijo, Emília.

    ResponderEliminar
  8. Olá, Maria Emília!

    "Não há maior amor que o de mãe", é frase feita, mas também a maior das verdades.Perda que quando ocorre, nada nem ninguém consegue substituir.
    Linda homenagem, esta que faz à sua.

    Por enquanto, ainda por cá tendo a minha-e que bem que sabe!

    Abraço amigo; bom fim de semana.
    Vitor

    ResponderEliminar
  9. Hola maria Emilia, precioso poema. Es normal sentir emocion el dia del aniversario de tu mama. yo tambien echo de menos a la mia cada dia. Te envio un fuerte abrazo

    ResponderEliminar
  10. Belíssima e emocionante homenagem!

    Beijinhos e um abraço apertadinho.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  11. Ola Emilia,
    Deus... al le-la quase encharcado de lagrimas o lenco... eu entendo voce exatamente. Saudade imensa querida, e aumentando...
    Minha mae morreu ha sete anos e eu nao consigo superar isso, eu acho que ja nunca vou. A cada dia suas palavras sao mais presente em mim, tornou-se uma casi obsessao, sinto mucho a falta da minha mae... desculpe te dizer tudo isso, mas a sua bela postagem me encheu de profunda emocao..

    ResponderEliminar
  12. A coisa mais linda que Deus fez em mim,
    foi minha capacidade de amar essa força só me trás esperança
    é minha razão de lutar e vencer cada obstácolo , que surgir em meu caminho.
    Com certeza não saberei explicar o jeito
    maravilhoso do tratar de Deus comigo.
    Que , esse final de semana seja abençoado ,
    que grandes feitos você consiga realizar .
    Que , seu caminho seja repleto de luz e
    e esperança .
    Que , nada venha atrapalhar seus sonhos
    e se torne a em doce realidade .
    Quero , agradecer o carinho , que recebo de você
    de todo coração.
    muita paz para seu coração.
    Beijos e afagos na sua Alma.
    Carinhosamente sua amiga pra sempre ,Evanir.

    ResponderEliminar
  13. Minha querida

    Uma bela homenagem à tua mãe, que nos vai fazer falta sempre.Eu perdi a minha com 22 anos e ainda hoje sinto a falta dela.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  14. Belo e sentido poema de saudade dedicado à sua mãe.
    O amor que nos liga à nossa mãe é um sentimento muito forte e muito intenso.
    A minha mãe, felizmente está viva e conta 99 lúcidos anos. Por sua vez, ela ficou órfã de pai e mãe aos 4 anos. Incongruências do destino, minha amiga...
    Tenha um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  15. Lindo, sofrido... que saudades de minha mãe!
    A minha teria 87. Quanta falta me faz...
    Beijos, amiga, meu carinho pra você!

    ResponderEliminar
  16. A falta da mãe é uma eterna saudade.
    O teu poema é magnífico e representa uma homenagem de amor bem expressa nas tuas palavras.
    Maria Emília, querida amiga, tem um bom fim de semana.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  17. A todos vós, amigas e amigos que me visitam e deixam um comentário, o meu abraço. Desejo-vos um bom fim de semana. Até sempre!
    Maria Emília

    ResponderEliminar
  18. Lindo e carinhoso poema sobre saudade!! Que linda homenagem!! A vida é assim,uns vão,outros ficam,o que interessa é viver feliz enquanto se anda no mundo. Muitos beijinhos amiga Maria e bom domingo!! http://mafaldinhaarte.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. Olá, Maria Emília!

    Como está? Li, num blogue, do qual já não lembro o nome, que não tem estado muito bem de saúde. Desejo-lhe, sinceramente, as melhoras.

    Não estou a deixar comentários nem publicações nos meus blogues, por motivos profissionais, mas aquilo que dedicou á sua amada mãe, é muito bonito, e sobretudo muito sentido.

    MÃE HÁ SÓ UMA, E UMA SÓ VEZ NA VIDA.

    Bom domingo.

    Beijos da Luz.

    ResponderEliminar
  20. A beautiful poem to your mother, lovely.

    ResponderEliminar
  21. Sim, realmente impressionante neste cores rosa, foto bonita!

    ResponderEliminar
  22. Que , Deus me de a força , que mais preciso.
    Que , Deus esteja sempre comigo para guiar
    os meus passos na longa e muitas vezes tão curta
    caminhada da minha vida.
    Que , Deus esteja contigo também iluminando
    sua caminhada sempre com alegria de viver
    sempre em paz e no amor.
    Que , possa levar somente mensagem de esperança.
    Que ,Deus de me a sabedoria para mudar as coisas que eu posso mudar,
    paciência para aceitar as coisas ,
    que eu não posso mudar e discernimento para saber a diferença,
    Que , Deus seja sua fonte de água mais
    pura.
    Que ,Deus abençoe sua semana e a minha também.
    Um beijo com meu eterno carinho,,Evanir.

    ResponderEliminar
  23. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar

  24. Olá Maria Emília,

    Belíssima rosa e emocionante homenagem.
    Com certeza, de onde está, sua mãe sorriu ao recebê-la.
    A saudade é eterna, mas ficam as boas e inesquecíveis lembranças.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  25. Olá, Maria Emília
    Gostei da homenagem que fazes à senhora tua Mãe.
    O poema é muito bonito, e exprime o amor e saudade que nunca morrem, por muitos anos que passem.
    A minha também já fez a Grande Viagem, tal como o meu Pai, e creio que não há um dia que não me lembre deles. São laços muito fortes, os que nos unem aos nossos Pais.

    Obrigada pela visita e tuas palavras elogiosas.

    Uma semana feliz.
    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderEliminar
  26. A quem me visita apesar de eu andar um tanto ausente...o meu carinhoso abraço.
    Voltem sempre que vos apetecer, serão bem recebidos!!!
    Maria Emília

    ResponderEliminar
  27. Este ano em Março perdi minha mãe aos 95 anos e sei o quanto punge esta saudade amiga.
    Mas busque ficar bem pois ela de onde está estará sempre sorrindo para voce e com esta homenagem, está todo orgulhosa da filha com suas poesias.
    Não se afaste da poesia e busque ser feliz sempre.
    Meu terno abraço de muita paz e luz em seus dias.
    Beijo de paz.

    ResponderEliminar
  28. Sem dúvida um poema que faz jus à importância e ao amor que as mães representam e significam em nossas vidas. Linda homenagem, Maria Emília.

    Tenho a sorte e o privilégio de ter os meus pais vivos e com saúde, sempre que possível estou com eles, pois sei que um dia nos apartaremos aqui na terra. E quero todo o convívio possível.

    Abraço!

    ;))

    ResponderEliminar